Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Entre os dias 08 a 15 de janeiro a Pastoral da Juventude esteve reunida no regional Sul 4, nas terras das flores, da dança e da resistência, na cidade de Joinville -SC, para a Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude. O Regional Leste 3 foi representado pela jovem Aldiceia Costa da Silva, da Diocese de São Mateus. A atividade contou com cerca de 170 lideranças dos regionais do Brasil, foi um momento bonito de reza, de construção, onde a luz do tema “PJ: 50 anos de resistência e missão, com o grupo de jovens fazendo florescer vida nesse chão!” e o lema bíblico: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para anunciar a Boa Notícia aos pobres e para proclamar um ano da graça do Senhor” (cf. Lc 4, 18-19), olhamos para a caminhada da PJ nesse último triênio (2020 a 2023) e levantamos diretrizes a serem realizadas nos próximos 6 anos. De forma profética e bem rezada, foi eleita a nova secretária nacional da pastoral da juventude Wanessa Freire Almeida do regional norte 3 e, foram apresentados as/os 5 novas/os assessoras/es que acompanharam a PJ nacional no próximo triênio (2023 a 2026) (Ir. Lizandra – regional nordeste 5, Rosilene – regional nordeste 5, Pe. Niraldo – regional leste 1, Adriana – regiona sul 4 e Jonavegante – regional norte 1).

Durante a semana tiveram diversas mesas de análise de conjuntura olhando para as Galiléias juvenis, para os 50 anos da pastoral da juventude, entre outros temas, seguindo o método VER, ILUMINAR, AGIR E CELEBRAR. Contamos com a participação do dom Amilton Manoel da Silva, da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB (CEPJ); Irmã Maristela Ganassini, da congregação das Filhas do Sagrado Coração de Jesus, assessora executiva do Setor Juventudes e Vocações da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) Nacional e outros convidados, como representante da CEBs do Brasil, Pé. Jorge Boran e Carmem Lúcia e muitos outros convidados que contribuíram para uma bonita construção. Cada regional levou um pouquinho do seu chão, de suas vivências para partilhar nesse movimento de esperança, para plantar, regar e fazer florescer o Reino de justiça e amor por todos nosso Brasil.