Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Num clima de cooperação e esperança, teve início hoje, em Brasília-DF, o encerramento da 6ª Semana Social Brasileira (SSB), um evento que reúne 150 participantes comprometidos com o ideal de construir um Brasil onde todos possam viver com dignidade e em harmonia. O Regional Leste 03 está representado pelo Referencial para Ação Transformadora, Marco Romanha.

O engajamento nesta edição, iniciado em 2020, é uma iniciativa conjunta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), pastorais sociais, movimentos populares e organizações da sociedade civil, com o objetivo de promover o bem-estar coletivo e a justiça social.

Sob o lema “Mutirão pela Vida – por Terra, Teto e Trabalho” e o projeto popular “O Brasil que queremos; o bem viver dos povos”, a 6ª SSB representa uma mobilização ecumênica e inter-religiosa, destacando-se por sua abertura à diversidade religiosa, cultural e étnica do país.

O encontro acontece no Auditório São João XXII, na Casa de Encontros Dom Luciano Mendes de Almeida, e se estenderá até a próxima sexta-feira, dia 22. Participam multiplicadores da 6ª SSB dos Regionais e Organismos da CNBB, coordenadores das Pastorais Sociais, representantes do Dicastério do Desenvolvimento Humano e Integral do Vaticano, organizações e instâncias de igrejas irmãs, bispos, assessores das comissões episcopais da CNBB, movimentos sociais e populares, organizações da sociedade civil e política, e representantes do poder público.

A cerimônia de abertura foi marcada por uma simbólica oferta de sementes e frutos de diversas regiões do país, em referência à importância da “Terra” como dom do Criador, uma das temáticas centrais da 6ª SSB.

Padre Avelino Chico, SJ, em nome do Dicastério do Desenvolvimento Humano e Integral, garantiu a proximidade e as orações do Papa Francisco “para o bom andamento do encontro e de seus frutos”. (LEIA a Carta do Papa Francisco por ocasião do Encerramento da 6ª SSB)

Este encerramento não apenas marca o fim de uma semana de intensas discussões e reflexões, mas também representa um compromisso renovado com a construção de uma sociedade mais justa, solidária e sustentável, onde todos tenham a oportunidade de viver com dignidade, respeitando a diversidade e protegendo o meio ambiente.